O direito à continuidade

 

Ângela Merkel: 14 anos no poder da Alemanha.

 

 

Por que ela não é ditadora? Por que não precisa haver alternância de poder no país europeu?

 

Fica o questionamento.

 

Na Europa, caso um líder permaneça 20 anos no poder, os meios de comunicação pintam como algo absolutamente normal, democrático, vitoriosos. Se ocorre o mesmo na América Latina chamam de Ditadura e autoritarismo.

 

Puro viralatismo denunciado muitas vezes pelo ex-presidente do Equador, Rafael Correa.

 

Esse golpe não é contra o Evo. É contra a América Latina e o povo indígena boliviano.

 

Mais uma vez sangue será despejado, sempre por forças obscuras que buscam impor seu poder dentro dos países que ainda não se desenvolveram, seja na América, na África ou na Ásia.

 

Só nos resta seguir, contra qualquer atrocidade imperialista, sendo cada vez menos conciliadores e mais radicalizados.

 

Dia triste nesse mês de novembro: golpe de Estado contra Evo Pueblo.

 

Guilherme Ribeiro